Como mensurar a sua conexão com o plugin SIMET

Autor: Telium Networks, 18/09/2020 às 10:18

“Onipresença”, o conceito de estar em todos os lugares ao mesmo tempo.

Parece algo reservado ao sobrenatural, um conceito inalcançável e fisicamente impossível, porém, será mesmo?

No atual momento tecnológico em que nos encontramos, talvez exista algo bem próximo de ser quase “onipresente”, a internet.

Talvez não realmente onipresente, uma vez que existem regiões inóspitas e inexploradas, mas sim no que tange à sociedade moderna, a internet está permeando rapidamente todos os territórios. É impossível imaginar a vida urbana sem o acesso à internet.

Voltar para uma vida sem os diversos aplicativos “Facilitadores de vida”, aos milhares de canais de televisão a cabo e as fáceis e instantâneas interações das redes sociais, seria complicado.

O que o ocorre é que já vivemos em uma situação de simbiose com a conexão, e em relação tão importante assim deve ser entendida um pouco mais a fundo.

 

A internet: link dedicado, link simétricos e assimétricos

O que dá origem à internet é a conexão entre servidores e usuários fazendo trocas de informação e apesar de ser um conceito um tanto simples de entender, existem diversas formas e tecnologias que podem ser utilizadas para fazer o mesmo processo.

Como a tecnologia avança, os formatos de internet também avançam.

Já abordamos em nosso blog o funcionamento de redes em fibra ótica, links simétricos e assimétricos; e links dedicados.

Essas tecnologias fazem parte da gama e opções disponíveis para executar a conexão.

 

Entendendo mais sobre a minha internet

Essa introdução um tanto longa tem seu propósito concluído aqui, de contextualizar a importância da internet em si.

Quando contratamos um serviço, seja ele residencial ou empresarial, existe uma variedade de valores que são estipulados, como a taxa de download, de upload, frequência, franquia de dados entre outros itens.

Os valores podem diferir em magnitude de uma residência para uma empresa, mas em sua essência são os mesmos para os serviços básicos.

Você está pagando pelos valores estipulados no contrato, porém, nem sempre é o que chega para você.

 


A importância do Monitoramento de Rede

Grandes empresas têm equipes de TI próprias, aptas a monitorar se os serviços propostos no Contrato de Nível de Serviço estão sendo cumpridos de acordo com o estipulado e geralmente estão protegidas por documentos muito bem planejados e elaborados.

No entanto, pequenos empresários e usuários domésticos acabam lidando com um certo nível de incerteza acerca do serviço provido.

Nesses casos, é possível que a demanda normal da empresa não revele problemas no serviço do provedor, pegando esses contratantes de surpresa quando, em alta demanda, o serviço contratado não está sendo executado como esperado.

Para evitar esse tipo de situação, o usuário pode recorrer à programas de monitoramento, que provêm relatórios de performance de conexão.

Um desses programas é o SIMET.

 

Utilizando o SIMET

Para utilizar o SIMET, basta acessar a página oficial do aplicativo e baixar o executável na sessão de banda larga, abrir e instalar seguindo os passos do próprio instalador.

Outra opção é utilizar a ferramenta de medição disponível no menu do site, o que irá exigir que você aceite a instalação do plug-in do aplicativo no seu navegador.

Se a opção de ativar o plug-in não aparecer automaticamente, ela pode ser executada na própria barra de navegação do browser, caso essa opção não esteja disponível, você terá que entrar nas configurações do seu browser e ativar manualmente o plug-in.

Em caso de dúvidas, basta dar um google com “Ativar plug-ins” e o nome do seu navegador para encontrar o passo a passo.

 

Funções do SIMET

Com o aplicativo instalado, basta executar a função de teste em “Start Test” no aplicativo ou “Medir internet” na própria página do SIMET.

Por estar localizado nos PTTs, o programa gera um relatório bem confiável e com quase nenhuma interferência do provedor, o que garante uma boa precisão dos resultados.

O relatório do SIMET irá fornecer informações importantes como:

·        Taxa de download: a velocidade com a qual você consegue receber arquivos;

·        Taxa de Upload: velocidade com a qual você envia arquivos;

·        Latência: o tempo que demora entre uma solicitação feita por você e a resposta do servidor de destino;

·        Jitter: medida de variação nos tempos de resposta.

Com esses valores em mãos, é possível comparar com os valores do seu contrato e acionar o provedor caso os valores não sejam compatíveis.

Para valores precisos, a medição deve ser feita ao longo de alguns dias, para descartar instabilidades e períodos de manutenção da rede.

É importante ressaltar que as velocidades de download e upload devem ser as mais altas possíveis, enquanto a latência e o Jitter devem ser as menores possíveis.

O monitoramento do seu serviço de internet é essencial para exercer seus direitos como contratante e receber exatamente aquilo que você está pagando.

Caso haja discrepâncias nos valores medidos, entre em contato com o provedor para entender os motivos dessas diferenças e, caso necessário, exigir a prestação adequada de serviço.

Para contar com uma internet de alta qualidade para a sua empresa, você pode contar com o link dedicado da Telium Networks. Entre em contato com nossos especialistas e solicite um orçamento – comercial@telium.networks.com.br

Nuvem de tags